Paróquia São Sebastião – Dom Aquino

 

Paróquia São Sebastião – Fundação 1960

PARÓQUIA SÃO SEBASTIÃO
CNPJ: 03.843.307/0020-05

Rua Presidente Vargas, Caixa Postal 04 – Centro – CEP: 78.830-000 – Dom Aquino–MT

 

DADOS DO PÁROCO

Pároco: Pe. Ilson Lopes de Assunção

Data de Nascimento: 08/06/1967

Naturalidade: Jaciara – MT

Data de Ordenação Presbiteral: 07/08/1995

Data de Posse: 18/09/2016

 

CONTATOS

 Secretária e Financeiro: Gabrielly Thiemy Sassagima Nishijima

Telefones: (66) 3451-1223/(66) 9 9627-5233 

E-mails: paroquiasaosebastiao20@yahoo.com.br 

facebook.com/paroquiadomaquino

 

QUANTIDADES DE COMUNIDADES

Comunidades Urbanas (06): Matriz, Nossa Senhora Aparecida – Beira Rio e São José Operário, Nossa Senhora das Graças, São João Batista e Sagrada Família.

Comunidades Rurais (06):Nossa Senhora Aparecida – Entre Rios, Santo Antônio Boa Vista, Santo Antônio – Zim Lima, Cabeceira Verde, Zumbi dos Palmares e Bom Jesus.

 

 HISTÓRICO

Por volta de 1920, garimpeiros procedentes de Poxoréu abriram garimpos em Pombas, Cel. Ponce e iniciaram a povoação do atual município de Dom Aquino. A primeira denominação da localidade foi Mutum. O nome é derivado da grande quantidade de pássaros galiformes da família dos cracídeos, os mutuns. O nome foi primeiramente dado a um córrego e depois ao povoado.

O município de Mutum foi criado pela Lei Estadual nº 1.196, de 22 de dezembro de 1958. Com esta denominação passou à história mato-grossense. A Lei Estadual nº 2.492, de 24 de setembro de 1965, de autoria do deputado Walderson Coelho, determinou a alteração do nome do município de Mutum para Dom Aquino. Alguns segmentos da sociedade local relutaram na troca do nome. Afinal, desde o surgimento do primeiro núcleo de povoamento, a localidade teve o nome de Mutum. Com o tempo a comunidade passou a aceitar o novo termo.

O nome da cidade é homenagem a Dom Francisco de Aquino Correia, que foi Arcebispo de Cuiabá. Aos 32 anos conquistou o governo do Estado de Mato Grosso – então província, na qual dirigiu de 1918 a 1922. Dom Aquino nasceu em Cuiabá em 1885 e faleceu em 1956, e foi o único mato-grossense a compor o quadro da Academia Brasileira de Letras, graças aos inúmeros livros que escreveu. Foi também um dos principais incentivadores à fundação da Academia Mato-grossense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso. Leia mais sobre Dom Aquino Corrêa, sua bibliografia. Ao homenagear Dom Aquino com o nome do município, Walderson Coelho levou em consideração o currículo do religioso, e também fundamentou sua propositura no fato de haver em Minas Gerais, na região do Vale do Rio Doce, cidade com o nome de Mutum.

O primeiro telégrafo do Estado de Mato Grosso foi edificado pelo Marechal Cândido Rondon na cidade de Dom Aquino, mais precisamente no Distrito de Coronel Ponce. Em 2012, a cidade de Dom Aquino através do Projeto de Lei n. 398/11 denomina Dom Aquino como a Capital da Água Mineral.  “Sem dúvida é uma homenagem à cidade que tem uma das maiores fontes de água mineral do mundo. Razão da sua importância para a exploração dessa atividade econômica, que também contribui para o avanço social da região do Vale do São Lourenço e para Mato Grosso”.

A Paróquia surgia em 1960, quando teve ensejo do povo do município da necessidade de ter um padre para atender a região. São Sebastião foi escolhido como padroeiro porque as pessoas mais ligadas à Igreja na sua fundação eram todos devotos de São Sebastião. A grande maioria na época era nordestinos, baianos, mineiros e goianos. Há muitas realizações no processo da fé, da vocação em missão, graças à história de nossos Padres e Religiosos/as.

As Congregações religiosas que trabalharam e as que trabalham na paróquia são: Catequistas Franciscanas que desenvolveram diversos trabalhos, com crianças e adolescentes na Escola Sao Lourenço, na catequese e na educação, atuando também nas Pastorais. As Irmãs Catequistas Franci8scanas chegaram a dom Aquino no dia 28 de fevereiro de 1962 sendo as primeiras irmãs Irmã Irene Berlanda e Irmã Avany M. Cieslask. E no dia 09 de setembro de 1992 encerram sua missão nesta paróquia.

As Irmãs Beneditinas da Divina Providência chegaram no ano de 1994, com a missão de acolher, assistir e educar crianças, adolescentes e jovens especialmente os mais pobres ou em situações de risco. Trabalham na Escola São Lourenço, nas creches municipais, nas diversas Pastorais e continuam até hoje na comunidade.

Atenderam a paróquia: Pe. Jaime Tiago Soardi de 1960 a 1966, Pe. Francisco Guffler de 1966 a 1980, Pe. Guiomar José de Almeida de 1980 a 1989, Pe. Francisco de Almeida Branco de 25 de outubro de 1990 a 1999, tendo Pe. Sebastião Luzes de Souza como vigário de 21 de fevereiro 1987 a 1990. No dia 03 de novembro de 1999 a 01 de junho de 2005 Pe. Sebastião Luzes de Souza assume a paróquia como pároco. O sucedeu Frei Anselmo Brand OFM, de 2005 a 2006. Novamente Pe. Francisco de Almeida Branco foi nomeado pároco de 2007 a 2010. No dia 31 de dezembro de 2010 assume Pe. José Antônio de Castilho, membro de Instituto Religioso de Direito Diocesano de São José do Rio Preto, SP, que permanece na paróquia até setembro de 2012. Pe, Delmiro Vieira do Nascimento Júnior nomeado por dom Derek Derek John Christopher Byrne, bispo de Guiratinga no dia 10 de setembro de 2012. Em decorrência do decreto B0465 do Papa Francisco realizou-se no dia 24 de agosto de 2014 sobre o remapeamento das dioceses a paróquia de Dom Aquino passou a ser da diocese de Rondonópolis-Guiratinga. Dom Juventino Kestering renomeou Pe. Delmiro como pároco no dia 05 de março de 2015.

A Paróquia São Sebastião de Dom Aquino – MT, caminha sobe as orientações da Diocese de Rondonópolis-Guiratinga representada pela pessoa do bispo D. Juventino Kestering e o pároco Pe. Ilson Lopes de Assunção que assume a paróquia no dia 18 de Setembro de 2016. Mantem-se um ritmo de celebrações na Matriz, nas comunidades rurais e urbanas. Participa das reuniões e encontros diocesanos, foraneos, das campanhas de oração, novenas e devoções populares.

No ano de dois mil e dezessete, nos dia 19 a 22 de fevereiro  realizou-se a festa do padroeiro, São Sebastião . Com novenas nas casas do dia onze, a dezenove de janeiro. E nos dias vinte, vinte e um e vinte e dois, aconteceu a festa em honra ao padroeiro. Com a santa missa no dia vinte em seguida quermesse com barracas diversas, leilão de frango, forró que se estendeu até domingo, vinte e dois, com almoço e leilão de bezerros.

No dia 16 de fevereiro de 2017 começou a construção do piso de granilite no salão de festa da Capela São José Operário. No dia 28 de fevereiro aconteceu o nono Encontro com Cristo promovido pela RCC. De 03 a abril a 29 de maio de 2017 realizou-se o Seminário de Vida no Espirito promovido pela RCC. Aos 14 de abril, sexta-feira santa após a celebração da paixão de Jesus, o grupo de Jovens da matriz representou a via sacra pelas ruas da cidade. No mês de maio rezou- se o terço nas casas culminando com a coroação de Nossa Senhora no dia 28 de maio. Em julho houve ema experiência de oração da RCC. No mês de agosto deu ênfase nas celebrações litúrgicas, às vocações, comemorando o dia do sacerdote (06/08), dia dos pais (20/08), dia do catequista e leigos e leigas engajados no dia 27 de agosto. Em setembro deu ênfase ao mês da bíblia aconteceu o retiro com os crismandos, no dia 23 de setembro de 2017.

No mês de outubro, além do mês missionário celebrou os festejos da padroeira do Brasil e padroeira de duas comunidades desta paróquia. Fez-se a novena com a santa missa todos os dias, e no dia doze foi feita a procissão luminosa saindo da matriz até a comunidade do bairro Beira Rio, a exatamente doze quarteirões, chegando à comunidade celebrou-se a santa missa festiva. Dia treze e quatorze, quermesse em honra a Nossa Senhora Aparecida no salão da Vila Operaria.

Em dezembro realizou o retiro com os catequisandos da primeira etapa de eucaristia, no dia 02 de dezembro de 2017. No dia 16 de dezembro, com presença de Dom Juventino foi celebrado o sacramento o sacramento da crisma na missa das dezenove horas.

Em 1994 chegaram a dom Aquino então diocese de Guiratinga as Irmãs Beneditinas da Divina Providencia com a missão de assumir a direção, a coordenação pedagógica e religiosa da Escola São Lourenço em dom Aquino e atuar na Pastoral. Cumpriram com esmero e testemunho a missão. Por solicitação da Provincial, tendo necessidade de remodelar as casas da Congregação chegou-se ao um acordo de que as Irmãs iriam entregar a direção da Escola e ao mesmo tempo fechar a comunidade religiosa em dom Aquino. Foi um choque para a comunidade paroquial, porem no dia 31 de janeiro de 2018 o contrato de presença das irmãs foi encerrado nesta diocese. A Congregação fundada em 1849 na Itália, chegou ao Brasil em 1936 na cidade de Nova Veneza, em SC. Com a missão da educação foram convidadas para assumirem a escola em dom Aquino, missão que exerceram como exemplar naquela cidade.

Ainda na vida da paróquia da Paróquia, apresentou-se no horário das missas uma folia de reis cantando ao redor do presépio. No ano de dois mil e dezessete, empenhou-se para colocar a bíblia na mão do povo, fazendo encontros nas comunidades com o livro Grupo de Jesus de José Antônio Pagola. Além disso, reuniu-se pároco, ministros e lideranças todas as quintas feiras, com exceção da primeira quinta-feira do mês, para estudar os evangelhos.

 

 Atualizado no dia 12 de Julho de 2021