Pastorais

PASTORAIS, MOVIMENTOS, SERVIÇO, ORGANISMOS PRESENTES NA DIOCESE

As pastorais, os Movimentos, os Organismos e Serviços são a presença solidaria da Igreja junto às pessoas e situações onde a dignidade e a vida são negadas ou ameaçadas. Seguindo o caminho de Jesus Cristo expressam o amor preferencial de Deus pelos mais humildes e pobres. Por meio de um trabalho silencioso e constante são espaços de partilha, de luta por melhorias e de vivência do amor fraterno.

No exercício de sua missão, as pastorais Sociais, os Movimentos Eclesiais, os Serviços e os Organismos promovem abertura e diálogo com a sociedade, constituindo-se em instrumentos essenciais para o trabalho missionário e pastoral de toda a Igreja. Na Diocese de Rondonópolis-Guiratinga são muitos os trabalhos desenvolvidos por Leigos e Leigas que não medem esforços para evangelizar por meio das mais diferentes atividades, mostrando que estamos em uma “Igreja de saída que vai ao encontro das pessoas que mais necessitam”.

COMUNIDADES ECLESIAIS DE BASE – CEBS

“As comunidades eclesiais de Base constituem uma das mais significativas experiências da Igreja Católica na América Latina. Elas surgiram num conjunto de iniciativas pastorais que repercutiram o Concilio Vaticano II em nosso continente… Ao longo dos últimos 5 O anos, as CEBs viveram essa proposta conciliar através de Movo modo de ser igreja” gestada numa dinâmica que parte da proposta de Igreja Povo de Deus, congregando gente que se engaja no seguimento de Jesus para a missão evangelizadora. E o Papa Francisco insiste “numa Igreja em saída, missionária, misericordiosa e acolhedora”. Igreja presente junto às pessoas nas suas mais diversas situações humanas e existenciais.

É COMUNIDADE porque é formada por pessoas a partir do lugar onde moram, nos bairros, periferias, centro, região rural, condomínios, ribeirinhos, indígenas, assentamentos de trabalhadores rurais sem terra, quilombolas, que vivem relações fraternas de partilha, ajuda, solidariedade e serviço um ao outro.

É ECLESIAL por se tratar de seguidores dos exemplos de Jesus; dos apóstolos, em comunhão com a Igreja local e Universal e suas orientações e pastoreio.

É de BASE porque está presente desde o com começo da Igreja com os primeiros cristãos e também porque é vivida pelo povo que está na base humana e cristã, na comunidade e em muitos lugares por gente pobre ou pessoas que se colocam ao lado dos pobres.

As CEBs não são um grupo a parte, mas comunidades em comunhão com o bispo diocesano e com a pastoral. As CEBs são a própria comunidade, atuante, consciente, lutadora. Uma comunidade onde estão presentes: a fé, o anúncio, a celebração, a comunhão e a missão. Celebrar é uma marca das CEBs.

As CEBs têm origem nas experiências dos Apóstolos (Atos 2,42- 47), assim bebem do testemunho das primeiras Comunidades Cristãs. Como Jesus, assumem a opção pelos pobres (Mt 9,35-36) e a partir deles anunciam o Evangelho do Reino a todos/as, oferecendo a salvação como desejo de Deus Pai, colaborando na construção da fraternidade, seguindo os passos de Jesus. “Por sua causa, muitas pessoas foram martirizadas para defendê-la em nome da justiça do Reino”. Mas para que haja uma Comunidade Eclesial de Base é preciso organização, planejamento, descentralização de poder, acolhida, escuta, diálogo. Nesse sentido espelha-se no Antigo Testamento no diálogo entre Moisés e o sogro Jetro (Ex.18, 13 – 27) e na compreensão de que na comunidade todos/as são importantes (I Cor 12,1-31).

Busca-se a formação de comunidades eclesiais proféticas, comprometidas com a busca do povo para o seguimento de Jesus Cristo, a comunhão com a Igreja, fé, alegria, justiça, ética, oportunidade de emprego, vida digna, esperança, formação para a iniciação à vida cristã, celebrações nas comunidades, valorização dos ministérios, organização dos conselhos das comunidades, os círculos bíblicos, os grupos de família e do Conselho Paroquial de Pastoral. Onde o poder é serviço, é dom gratuito que não se impõe pela força da autoridade (Me 10,42-45).

A diocese de Rondonópolis-Guiratinga, desde Concílio Vaticano II organizou a caminhada pastoral tendo Jesus Cristo como o Salvador e com inspiração nas comunidades, nos ministérios, na formação, nos conselhos, no compromisso com a vida, com as pessoas em especial os mais sofridos. A Diocese se prepara para o ano 2022 a realização do o 15° Intereclesial a se realizar em Rondonópolis.

INICIAÇÃO À VIDA CRISTà

Nos últimos anos constatou-se a insuficiência dos modelos de evangelização, de pastoral, de catequese. Por isso a Igreja propõe a iniciação à vida cristã que requer não somente uma renovação da catequese, mas uma reestruturação da vida e da pastoral da paróquia. Assumir um novo caminho que passa da transmissão, do ensino, do conteúdo para uma experiência de encontro com Jesus Cristo e com os irmãos, de inserção numa comunidade eclesial, de buscar a participação e a formação permanente em sua vida, de presença ética na sociedade, de adesão a Jesus Cristo, de uma experiência de vida cristã.

JESUS formou no convite do seguimento, na opção pessoal por ele; na preparação dos discípulos; no envio, na missão; no aprofundamento dos “segredos do Reino”.

“Uma comunidade que assume a iniciação cristã renova sua vida comunitária e desperta seu caráter missionário. Isso requer novas atitudes pastorais por parte dos bispos, presbíteros, pessoas consagradas e agentes de pastoral” (DAp 291).

INICIAR significa conduzir para dentro, é um processo que ajuda para a pessoa (adultos, jovens e crianças) a entrarem no caminho do seguimento de Jesus. Tem como objetivo desenvolver processo permanente de iniciação à vida cristã e formação com ênfase nos adultos, à Palavra de Deus, aos sacramentos, à vida cristã e o testemunho de cristão na sociedade.

A Iniciação à Vida Cristã pode ser dar em tempos. A vida da cidade com suas exigências requerem da Igreja uma atenção especial ao tempo, ao horário, às distancias, aos conteúdos e motivações. A Iniciação à vida cristã reque e restar atento ao anuncio do kerigma (anúncio). O maior conhecimento (aprofundamento, Internalizar valores e práticas (inserção na comunidade eclesial na sociedade e mitológico e formação permanente). É missão de toda Igreja, das pastorais, dos movimentos e da catequese.

CIMI – CONSELHO INDIGENISTA MISSIONÁRIO 

Os povos indígenas Bororo são originários desta região sul de Mato Grosso em três reservas indígenas (Perigara, Gomes Carneiro com duas grandes aldeias Córrego Grande e Piebaga e reserva Tadarimana com diversas aldeias).

Atualmente são em tomo de 1873 indígenas. Eles mantem sua cultura, seus ritos, seus símbolos, festas, tradições e modo de viver. Desde 1947 a Igreja Católica através de dom Vunibaldo, as Irmãs Catequistas Franciscanas e posteriormente a diocese de Rondonópolis-Guiratinga mantem presença constante através do apoio a seus direitos e incentivo à manutenção da cultura bem como a presença pastoral (evangelização, celebração dos sacramentos, participação nos funerais, catequese, impressão de material na língua Bororo). Assim se mantem a mística da cultura dos povos indígenas. Visa também despertar o protagonismo dos povos indígenas em comunhão com a Igreja, participando da construção de uma sociedade e solidaria, da preservação do meio ambiente e da promoção humana, respeitando e acultura indígena com @ evangelização inculturada.

CONSELHO DIOCESANO DE LEIGOS/AS

É uma associação de leigo leigas católicos, de direito público eclesiástico, que

assumem as Diretrizes emanadas do Magistério da Igreja católica, e se constitui como sociedade civil privada de âmbito nacional, sem fins lucrativos e sem vínculos político-partidários, com prazo de duração indeterminado, que congrega e representa o Laicato da Diocese de Rondonópolis Guiratinga. Tem como objetivo criar espaços de articulação, diálogo, formação e informação do Laicato presente nos diversos setores e segmentos da sociedade, a fim de garantir maior participação nos espaços sociais, políticos, econômicos e culturais. Pretende contribuir para que os leigos tenham maior consciência da sua identidade de sujeitos eclesiais, tanto denti como fora da igreja, com capacidade crítica e criativa, colocando-se a serviço do Reino, numa igreja em saída.

PASTORAL DA SOBRIEDADE

Objetivo: Tem como missão evangelizar, apresentando o amor incondicional, gratuito e misericordioso do Pai, buscando prevenir e recuperar da dependência química e outras dependências, a partir dos “12 passos da pastoral as sobriedade”.

Principais atividades:  Realizar encontro de mútua ajuda. Os  Grupos São reuniões semanais, implantadas nas Paróquias e Comunidades, onde se propõe um Programa de Vida Nova que leva a conversão.  Está baseada no modelo sistêmico da Psicologia, tratando o problema da dependência química, abrangendo o grupo familiar, sem, no entanto, promover um confronto entre eles.

Campo de Atuação: Ajudar pessoas dependentes e co-dependentes químicas e outros tipos de dependências. Grupos disponíveis:
– Rondonópolis:
– Sede da Pastoral  – Bairro La Salle- Rua treze de maio, 1740 –terça feira às 19h
– Igreja São Domingo Sávio – Bairro Vila Rica – terça feira às 19h
– Igreja São Francisco – Bairro Pedra 90 – segunda feira às 19h 

Campo Verde: Paróquia São Cristóvão – Grupos itinerantes – ver programação na
secretaria paroquial  66 3419 1846

– Pedra Preta: Paróquia São Pedro Apóstolo –  segunda feira às 19h  – Salão da Igreja Matriz

– Jaciara: Paróquia São Francisco – terça feira às 19h –  Salão da Igreja Matriz

Coordenação: 
Doroty Lamar Ramos Carnahiba
Sede da Pastoral: Rua treze de maio, 1740 – Bairro La Salle
(66) 3426 8056 / 9958 2244
E-mail: pastoraldasobriedaderoo@yahoo.com.br

PASTORAL DA MULHER MARGINALIZADA 

A Pastoral da Mulher marginalizada teve início na Diocese de Rondonópolis
no dia 25 de fevereiro ano 1986.

Objetivo: Apoiar as adolescentes em situação de prostituição a
exercer sua cidadania, fortalecer sua autoestima e
ampliar seu conhecimento sobre as questões sociais, de
gênero, saúde e trabalho.

Principais atividades:
Abordagem de rua; distribuição de material informativo/ educativo; oficinas: saúde integral; cidadania; autoestima; ações de integração em vista da organização das mulheres e articulação com grupos afins; proporcionar momentos de espiritualidade e valorizar a religiosidade popular.

Campo de atuação:
Mulheres em situação de prostituição; enfrentamento e combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes; mulheres e adolescentes vitimas do trafico de pessoas.

Coordenação:
Maria Roselly Pinheiro e Cândido
Rua: 13 de maio Nº 1740 – Bairro: La Salle
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone: (66) 3426-7633
E-mail: pmmroo@bol.com.br

——————————————————————————————————————————————————————————————————-

3. Pastoral da Criança
Dia 01 mês março de 1987 iniciou a Pastoral da Criança na Diocese de Rondonópolis tendo como objetivo acompanhar crianças de 0 a 6 anos e as gestantes.

Principais atividades:
Visita domiciliar, celebração da vida, reunião de avaliação e reflexão.

Campo de atuação:
Nas comunidades onde tem a Pastoral da Criança e nas aldeias indígenas.

Coordenação:
Rose Marie Telles
Rua: 13 de maio Nº 1740 Bairro: Jardim Guanabara – 78710-080 Rondonópolis
Telefone: (66) 3426 6534/ 9645-0170 / 8126-136

PASTORAL DA JUVENTUDE


A Pastoral da Juventude é a ação dos jovens comoIgreja, unidos e organizados a partir dos Grupos de Jovens. É a juventude evangelizando outros jovens em comunhão com toda Igreja. A Pastoral da Juventude tem como objetivo contribuir na ação Evangelizadora da Igreja e na construção da nova sociedade, dinamizando os espaços de vivencia a partir dos grupos de base, para gerar sinais de vida no mundo da juventude e fortalecer a construção da civilização do Amor.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

5. PASTORAL DA MULHER
Tem como objetivo contribuir, como cristãs, na construção de uma sociedade solidaria a serviço da vida. Tendo em cada comunidade eclesial um grupo da pastoral da mulher; reunindo para estudar e realizar trabalhos para auto-sustentação; participar dos encontros diocesanos da pastoral da mulher; realizar anualmente uma assembleia de avaliação e planejamento e participar dos eventos a convite da diocese.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

6. PASTORAL INDIGENISTA   – (Conselho Indigenista Missionário – CIMI)
Visa oferecer condições para que as lideranças e agentes de pastoral indígena façam uma caminhada de fé como povo de Deus, favorecendo o protagonismo dos povos indígenas em comunhão com a Igreja Diocesana.

Coordenação:
Ir. Valdina Tambosi  – (66) 3426 7906

Silvia Maria Pinheiro (66) 3426 6757 / 9639 1284

__________________________________________________________________________________________________

7. PASTORAL DA SAÚDE
A missão da pastoral da saúde é evangelizar o mundo da saúde, à luz da opção preferencial pelos pobres,
enfermos e sofredores, participando da construção de uma sociedade justa e solidaria a serviço da vida, sinal do Reino
de Deus. Busca a vivencia e a presença samaritana junto aos doentes e sofredores nos hospitais, domicílios e comunidades; visa implementar ações de prevenção e de promoção da saúde.

Atuação: Atua junto aos órgãos e instituições publicas e privadas que prestam serviços e formam profissionais na
área da saúde. Zela para que haja reflexão sobre bioética, ética e política da saúde participando dos conselhos municipais de saúde.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

——————————————————————————————————————————————————————————————————-

8. ENSINO RELIGIOSO ESCOLAR
Com uma natureza própria, diferente da catequese e garantido pela lei de Diretrizes e Bases da Educação, artigo 33 – Lei n° 9.394 de 20 de Dezembro de 1996, o Ensino Religioso tem como objetivo despertar, cultivar valores humanos, sociais, éticos e espirituais, respeitando o credo, a cultura, a faixa etária e o contexto dos educandos. Visa atender a necessidade de desenvolvimento integral da pessoa e a construção de uma sociedade humana, justa e solidaria. O Ensino Religioso proporciona a educação da religiosidade dos
alunos, o conhecimento das diversas expressões religiosas, sobretudo o cristianismo, preparando o aluno para o respeito ao diferente e dando especial atenção ao estudo objetivo da mensagem evangélica. A educação religiosa penetra no âmbito da cultura e relaciona-se com as outras formas do saber humano.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

——————————————————————————————————————————————————————————————————

9. INFÂNCIA MISSIONÁRIA
A finalidade desta obra é suscitar o espírito missionário universal das crianças e adolescentes, desenvolvendo seu protagonismo na solidariedade e na evangelização e, por meio delas, em todo o povo de Deus.

 

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

10. PASTORAL DA COMUNICAÇÃO
Iniciada na diocese desde 2008, a PASCOM busca evangelizar através da comunicação, tornando presente os valores da mensagem de Cristo nos Meios de Comunicação Social. Através desses meios, manter os fieis informados de tudo que acontece na comunidade e o que a Igreja diocesana vem realizando em prol da Evangelização. Além disso, tem compromisso em desenvolver na Igreja Local uma educação para a comunicação.

Principais Atividades: Dinamizar a implantação da PASCOM em todas as paróquias; disponibilizar as informações para os Meios de Comunicação;  gerenciar  o Site e a rede social da diocese de Rondonópolis; assessorar  as formações de pastorais, movimentos e equipes de pascom paroquiais; desenvolver a comunicação através de oficinas técnicas.

Campo de atuação: Paróquias da Diocese de Rondonópolis e Cúria Diocesana.

Coordenação:
Eliene Paulina

Telefone: (66) 99916-6757 / 3426-6757
E-mail:  psicologaelienepaulina@gmail.com / pascomderondonopolis@gmail.com

Caline                                                                                                                                                                              Telefone: (66) 99647-4897                                                                                                                                                           E-mail: calinemaria@hotmail.com

——————————————————————————————————————————————————————————————————-

11. PASTORAL DA TERRA
É um serviço pastoral da Igreja junto aos acampamentos, assentados e pequenos agricultores.
É uma forma para ajudar no processo de surgimento das comunidades nascentes, fruto do processo de assentamento das famílias nesta região. É também um meio de apoiar e contribuir com a organização dos trabalhadores rurais e consequente fixação nas áreas conquistadas. É um meio para, à luz da Palavra de Deus, despertar, fortalecer e animar o povo, na fé, no espírito de união e
solidariedade, indispensáveis para a vida de comunidade.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

12. PASTORAL CARCERARIA 
Foi fundada na Diocese de Rondonópolis no dia 05 de maio de 2000 com o objetivo de evangelizar e levar a boa nova aos reeducandos das unidades prisionais.

Principais atividadessão visitas semanais; assistência espiritual e social; zelar para que os detentos tenham direitos humanos respeitados.

Campo de atuação:  Presídio Mata Grande, Presídio Feminino (cadeia publica) – Anexo da cadeia publica – Mata Grande, Delegacia especializada dos adolescentes.

Coordenação:
Sebastião Expedito de Souza – Pelé
Rua: Dom Pedro II Nº: 1811, Bairro: Santa Cruz
78710-600 – Rondonópolis – MT
Telefone: (66) 3421-3164 / 3421-6503, Celular: (66) 9631-3334.

13. PASTORAL DO POVO DE RUA
A pastoral do Povo de Rua tem como missão ser presença junto ao povo da rua e dos lixões, reconhecer os sinais de Deus presentes na sua historia e desenvolver ações que transformem a situação de exclusão em projetos de vida para todos. Em Rondonópolis este trabalho é
realizado pela Casa do Bom Samaritano.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

14. PASTORAL DO MENOR
Tem como missão promover vida digna às crianças e adolescentes à luz do Evangelho contribuindo para a transformação da sociedade. Estimula um processo que visa a sensibilização, conscientização critica, organização e mobilização da sociedade na busca de respostas transformadoras à situação da criança e adolescente empobrecidos e em situação de risco. Promove projetos de atendimento direto com a participação das crianças e adolescentes.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone:
E-mail:

15. SERVIÇO DE ANIMAÇÃO VOCACIONAL – SAV
Iniciou na Diocese de Rondonópolis no dia 13 de julho ano 1986 com o objetivo de fortalecer a equipe paroquial tendo em vista o crescimento da dimensão vocacional nas comunidades; despertar nas comunidades a consciência eclesial e missionária para diversos ministérios, nas diferentes etapas: despertar, discernir e acompanhar.

Principais atividades: Proporcionar retiro anual; formações/estudos e reuniões de ampliadas das equipes vocacionais das paróquias; proporcionar o encontro vocacional, visitas às equipes paroquiais e a catequese e em especial os jovens da crisma.

Campo de atuação:
Promover as vocações sacerdotais, religiosas e leigas. Promover Retiros e dias
de Espiritualidades.

Coordenação:
Ir. Cristina Auxiliadora Arruda Vieira
Rua: Cuiabá Nº 185 Bairro Padre Rodolfo
78720-843 – Rondonópolis – MT
Telefone fixo: (66) 3426-2740 – Celular de contato (66) 9967-7078
E-mail: ir.crisvieira@terra.com.br

——————————————————————————————————————————————————————————————————-

16. PASTORAL DA AIDS
A Pastoral da Aids é um serviço da Igreja Católica que promove vida saudável, incentivando o cuidado de si e dos outros. Objetiva evangelizar, humanizando relações, superando preconceitos, discriminação e exclusão.

Coordenação:
Rua:
CEP: 78700-000 Cidade: Rondonópolis – MT
Telefone: 

E-mail:

ral Bíblica Catequética

Coordenação:
Osmar Aparecido Verzotto
Telefone: (66) 3422 8248 / 8112 0443

E-mail: osmarav44@yahoo.com.br  

17.1 Catequese com Adultos

Coordenação:
Luciene Aguiar
Telefone: (66) 3422 – 1988 / (66) 99617- 1994
E-mail: lucieneaguiar2804@hotmail.com

18. COMUNIDADE ECLESIAL DE BASES – CEBs

Coordenação:

Pe. José Éder Ribeiro Lima                                                                                                                                                      Telefone: (66) 99985-4035                                                                                                                       
Rinaldo Cardoso Meira
Telefone: (66) 3421 2125 / 9625 0059

E-mail: rinaldocmeira@hotmail.com

19. PASTORAIS SOCIAIS 

Coordenação:
Marcia Gislene Casali

Telefone: (66) 99668-3007
E-mail: marciacasali@hotmail.com

20. CENTRO DE ESTUDO BÍBLICO CEBI 

Em 1998, pela primeira vez, realizamos uma pesquisa procurando quantificar mais profundamente os resultados da atuação do CEBI no Brasil. Nesse levantamento, constatamos que o CEBI está organizado em 25 estados brasileiros (em cada um, há uma coordenação). Através de 174 sub-regiões (em cada qual, existe uma coordenação), está presente em mais de 600 cidades. As atividades de formação bíblica dessas sub-regiões e seus respectivos estados atingiram diretamente mais de 80.000 pessoas (em grande parte, de lideranças populares).

Concretamente, O CEBI se propõe ao seguinte:

  • Aprofundar e consolidar essa leitura da Bíblia que defende e promove a vida, através da inserção em comunidades eclesiais, grupos populares e movimentos sociais
  • Espalhar e divulgar, entre os pobres, esse jeito comprometido de ler a Bíblia e, assim, devolver ao povo o que nasceu do povo, a Palavra de Deus, a Palavra da Bíblia
  • Articular e organizar a prática da leitura orante feita dentro da realidade e da comunidade, despertando a solidariedade e a cooperação na busca de soluções para os problemas do cotidiano
  • Gerar uma espiritualidade que defende todas as formas de vida, começando por aquelas que hoje estão ameaçadas
  • Ajudar pessoas a se formarem e fazerem do estudo e da ciência não um instrumento de domínio, mas de serviço ao povo
  • Descobrir, com a ajuda da Bíblia, a Palavra de Deus na vida do povo, a fim de se chegar a uma nova consciência de cidadania, contribuindo para criar uma sociedade mais digna, justa e sustentável.

Coordenação:
Carmen Soret Hunger

Telefone: (66) 3422 1988 / 9985 9973
E-mail: carmemhuger@hotmail.com

Luciene Aguiar
Telefone: (66) 3426 2600 / 9617 1994
E-mail: lucieneaguiar2804@hotmail.com

21. EQUIPE DA CAMPANHAS

Coordenação:
Dirceu Coelho

Telefone: (66) 3426 1750 / 9227 2422
E-mail: coelhod@terra.com.br

22. MINISTÉRIO DE LEIGOS

Coordenação:
Paulo Otávio de Moura Simioni

Telefone: (66) 9644 9257
E-mail: po_phn@hotmail.com

23. PASTORAL LITÚRGICA

Coordenação:
Mateus Batista Ribeiro

Telefone: (66)  9632 5357
E-mail: mateuskobra@hotmail.com

24. PASTORAL DO DÍZIMO

Coordenação:
João Roberto da Silva e Edna Miranda Serafim Silva

Telefone: (66) 9907 3158
E-mail: joaoroberto.silva@hotmail.com / ednaserafim2013@hotmail.com

25. PASTORAL FAMILIAR

Marta 9609 6734